CONTEÚDOS DO CURSO EXPRESSO DE XADREZ

 

.

Para este Curso Expresso de Xadrez foram priorizados vídeos curtos e exemplos práticos para facilitar um rápido aprendizado.

 

Uma maneira bem simples de acompanhar os lances nos ítens 2.4, 3.3 e 4.3, é clicando em “EXIBIR” que permite a reprodução lance-a-lance no próprio site; ative o TABULEIRO DE XADREZ clicando num lance da partida e posicione o tabuleiro na sua tela; você poderá avançar ou voltar lance clicando nas setas (se ainda tiver dúvidas veja “Como Usar este Site”, na tela inicial do site).

 

1 – INICIAÇÃO

1.1 – VídeoComo Jogar Xadrez – Aprenda em 10 minutos (14m23) – MN Rafael Leite

.

1.2 – Os três princípios básicos do Xadrez

1 O Princípio da Força

O Jogador que tem vantagem material deve vencer.

Valor das peças:

Peão = 1

Cavalo = 3

Bispo = 3,5

Torre = 5

Dama = 9 ou 10

.

2 O Princípio da Mobilidade

O jogador que tem mais espaço para suas peças se movimentarem tem uma vantagem.

.

3 O Princípio da Segurança

A segurança do Rei é de importância fundamental.

.

.

.

1.3 – Dois vídeos de Magnus Carlsen

 

Magnus Carlsen dá 5 dicas de Xadrez para iniciantes – Legendado (3m30) – VÍDEO – 5 dicas

 

Magnus Carlsen dá 13 dicas para se dar bem no Xadrez – Legendado (3m50) – VÍDEO – 13 dicas

.

 

1.4 – PDFNotação Algébrica

 

.

2 – FINAL

.

2.1 – PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA O FINAL

.

1º O rei deve estar ativo no final, tornando-se uma peça de ataque.

2º Peões passados devem ser avançados (com apoio).

3º O final mais fácil de ser ganho são os finais de peões.

4º Se você tem apenas um peão de vantagem, troque peças, mas não peões.

5º Um bispo é melhor do que um cavalo nas posições abertas; nas posições bloqueadas o cavalo torna-se mais forte.

6º A torre deve ficar por trás do peão passado, apoiando o seu avanço.

7º Bloqueie o peão passado com o rei.

.

.

2.2 – VídeoOs 10 finais de peões que todo jogador de xadrez deve conhecer! – GM Evandro Barbosa (29m40)

.

 

2.3 – VídeoOs 5 Finais de Torres que todo jogador deve conhecer! (25m52) – GM Evandro Barbosa

.

 

2.4 – PDF26 Finais

PGNSK – Finais Básicos – 26

EXIBIR – 26 Finais.

.

 

3 – TÁTICA

.

.

3.1 – VídeoOs Principais Temas Táticos do Xadrez (20m12) – GM Rafael Leitão

.

 

3.2 – PDF25 exercícios de tática

PGN25 exercícios de tática

EXIBIR –25 exercícios de tática.

.

.

4 – ESTRATÉGIA

.

.4.1 – 9 PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA O MEIO-JOGO

.

(1)Faça seus lances de acordo com um PLANO.

Não jogue sem um objetivo.

Planos são feitos para propósitos específicos.

O plano deve ser sugerido em função de algumas características na posição e baseado em sólidos princípios estratégicos.

Algumas caraterísticas a considerar: segurança dos reis, situação do centro, vantagem em desenvolvimento, colocação das peças, peças inativas, estrutura de peões presença de um peão passado, colunas abertas e semi-abertas, diagonais, casas fracas, conversão de vantagem estratégica em vantagem material, etc.

.

(2) Quando estiver em vantagem material, troque quantas peças puder, especialmente as Damas. Evite trocar Peões.

.

(3) Evite Peões dobrados, isolados e atrasados.

O mais valioso tipo de Peão é o Peão passado.

Peões controlam casas.

No meio-jogo, Peões no centro são mais valiosos que nos flancos.

.

(4) Em posições restringidas libere-se trocando peças.

.

(5) Não exponha seu Rei enquanto a Dama do seu adversário estiver no tabuleiro.

.

(6) Se o seu adversário tem uma ou mais peças desprotegidas, procure uma combinação.

.

(7) Para atacar o Rei, você deve abrir uma coluna de acesso para suas peças pesadas (Dama e Torres).

.

(8) Centralize a ação de todas as peças. Ataques não devem começar sem o controle do centro assegurado.

.

(9)Na transição do meio-jogo para o final, procure realizar trocas favoráveis de peças e procure melhorar a posição das peças restantes no tabuleiro, especialmente do Rei.

.

.

.

4.2 – VídeoQual a diferença entre tática e estratégia no Xadrez? GM Evandro Barbosa (11m31)

.

 

4.3 – PDFEstrategia 12

PGNEstrategia 12

EXIBIR – Estratégia 12

.

 

5 – ABERTURA

.

.

5.1 – 10 REGRAS FUNDAMENTAIS PARA A ABERTURA

.

IMPORTANTE: Estas regras estabelecem linhas gerais para o iniciante jogar a abertura; no entanto, veremos aberturas que eventualmente contrariam estas regras.

.

REGRA 1 – Inicie com 1.e4 ou 1.d4.

.

Além da ação central, estes lances liberam suas peças para entrarem em ação.

.

REGRA 2 – Sempre que possível faça um bom lance de desenvolvimento que ameace algo.

Por exemplo: 1.e4 e5 2. Cf3

.

REGRA 3 – Primeiro desenvolva as peças menores da ala do rei.

.

No caso das brancas, a melhor casa para o cavalo é f3 e dependendo da formação de peões das brancas o bispo poderá ir a e2, d3, c4, b5.

.

REGRA 4 – Desenvolva cada peça numa boa casa e em apenas uma jogada

.

Complemento:

– Evite mover a mesma peça duas vezes na abertura.

– Não troque uma peça desenvolvida por uma que ainda não se desenvolveu.

– Não troque peças sem uma boa razão

– Não bloqueie o caminho de suas próprias peças, como o caso de 3.Bd3 acima.

– Não bloqueie o avanço dos peões centrais, como o caso de 3.Bd3 acima.

.

REGRA 5 – Faça um ou dois movimentos de peões na aberturas

.

– Faça lances objetivos de peões na abertura.

– Evite fazer movimentos desnecessários de peões, especialmente os peões que protegem o rei, pois isto irá torna-lo vulnerável a ataques.

.

REGRA 6 – Não coloque sua dama em jogo muito cedo

.

As peças e peões adversário poderão ganhar tempo atacando a dama.

.

REGRA 7 – Faça o roque assim que possível, de preferência o roque pequeno

Além de colocar o rei em segurança, o roque desenvolve a torre, que poderá então atuar pelas colunas centrais.

No roque grande, o rei fica mais exposto a um ataque.

.

REGRA 8 – Jogue para ganhar o controle do centro

.

O centro consiste das casas e4-d4-e5-d5, e o centro ampliado das casas c3-c4-c5-c6-d3-d6-e3-e6-f3-f4-f5-f6 também.

.

As peças são mais efetivas, com maior mobilidade, quando estão no centro.

.

Controle do centro significa que podemos colocar uma peça nestas casas sem a sua perda, e nelas podemos capturar as peças do adversário.

.

Um bispo fianquetado controla o centro a distância, por exemplo a partir de g2, b2, g7 ou b7.

.

Na Defesa Francesa, 1.e4 e6 2.d4 d5 3.e5 e na Defesa Caro- Kann, 1.e4 c6 2.d4 d5 3.e5, as brancas ocupam mais casas no centro e obtém vantagem de espaço; entretanto, perdem um tempo de desenvolvimento ao mover o mesmo peão duas vezes.

.

A torre ajuda no controle do centro ocupando uma coluna central.

.

REGRA 9 – Procure manter sempre pelo menos um peão no centro

.

Centro ideal: e4 e d4

Centro sólido: e4 com d3 ou d4 com e3

Centro avançado: e4 com d5 ou d4 com e5

.

Uma consequência desta regra e fazer as capturas em direção ao centro.

.

REGRA 10 – Não faça sacrifícios de peças ou peões sem uma razão clara e adequada

.

O sacrifício de uma peça na abertura, ocorre quando um forte ataque está em andamento.

.

O sacrifício de um peão é mais comum, normalmente para:

– obter vantagem de desenvolvimento, pois o adversário perderá um tempo para esta captura;

– abrir linhas de ataque para as suas peças,

– debilitar a estrutura de peões do adversário,

.

 

5.2 – Vídeo Magnus Carlsen (3m51) – Como Jogar a Abertura.

 

5.3 – VídeoAprenda Aberturas de Xadrez – Sistema London (22m04) – GM Evandro Barbosa.

 

5.4 – VídeoDefesa Caro Kann – Aprendendo Aberturas de Xadrez (31m10) – GM Evandro Barbosa


5.5 – Vídeo – Defesa Eslava (8m56) – MN Gerson Peres

 

.

6 – PARTIDAS COMENTADAS

.

.

6.1 – VídeoO maior gênio da história do Xadrez Morphy x Anderssen (13m20) – MN Rafael Leite

.

6.2 – VídeoJosé Raul Capablanca – Aprendendo Xadrez com os Campeões Mundiais (16m59) – GM Evandro Barbosa

.

6.3 – VídeoUma grande aula de finais de xadrez – Marshall x Capablanca (15m30) – MN Rafael Leite

.

Botão para Voltar à Página Anterior